Processo n.º 66/2018 (Instância iniciada a 14 de setembro de 2018) - Sendo demandante o Sporting Clube de Portugal - Futebol SAD e demandada a Federação Portuguesa de Futebol.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 3 de março de 2021 a decisão arbitral no Processo n.º 66/2018.

Processo n.º 54/2020 (Instância iniciada a 16 de outubro de 2020) - Sendo demandante o Futebol Clube do Porto - Futebol SAD e demandada a Federação Portuguesa de Futebol.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 1 de março de 2021 a decisão arbitral no Processo n.º 54/2020.

Processo n.º 1A/2021 (Instância iniciada a 6 de janeiro de 2021) - Sendo requerentes Âncora – Praia Futebol Clube, Associação Desportiva e Cultural da Correlhã, Desportivo de Monção, União Desportiva de Lanheses, Neves Futebol Clube e Sporting Clube Courense e requeridas a Associação de Futebol de Viana do Castelo e a Federação Portuguesa de Futebol.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 12 de fevereiro de 2021 a decisão arbitral no Processo n.º 1A/2021.

Processo n.º 51/2020 (Instância iniciada a 16 de outubro de 2020) - Sendo demandantes a Academia de Xadrez de Gaia e PROFIGAIA/Escola Profissional de Gaia e demandada a Federação Portuguesa de Xadrez.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 11 de fevereiro de 2021 a decisão arbitral no Processo n.º 51/2020.

Processo n.º 22/2019 (Instância iniciada a 26 de abril de 2019) - Sendo demandante o Desportivo de Monção e demandadas Federação Portuguesa de Futebol e Associação de Futebol de Viana do Castelo.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 2 de fevereiro de 2021 nova decisão arbitral no Processo n.º 22/2019.

Processo n.º 70/2019 (Instância iniciada a 19 de dezembro de 2019) - Sendo demandante o Clube Recreativo Leões de Porto Salvo e demandada a Federação Portuguesa de Futebol.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 28 de janeiro de 2021 a decisão arbitral no Processo n.º 70/2019.