Processo n.º 8/2020 (Instância iniciada a 13 de fevereiro de 2020) - Sendo demandante Wilson Castanheira Soares e demandada a Federação Portuguesa de Futebol.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 11 de maio de 2020 a decisão arbitral no Processo n.º 8/2020.

Processo n.º 14/2020 (Instância iniciada a 3 de março de 2020) - Sendo demandante Ricardo Sérgio Pedra de Carvalho e demandada a Federação Portuguesa de Canoagem.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 28 de abril de 2020 a decisão arbitral no Processo n.º 14/2020.

Processo n.º 78/2018 (Instância iniciada a 2 de novembro de 2018) - Sendo demandante o Sport Lisboa e Benfica e demandada a Federação Portuguesa de Futebol.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 27 de abril de 2020 a decisão arbitral no Processo n.º 78/2018.

Processo n.º 75/2018 (Instância iniciada a 12 de outubro de 2018) - Sendo demandante o Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD e demandada a Federação Portuguesa de Futebol.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 6 de março de 2020 a decisão arbitral no Processo n.º 75/2018.

Processo n.º 46/2019 (Instância iniciada a 29 de julho de 2019) - Sendo demandante o Grupo Desportivo de Chaves - Futebol SAD, demandada a Federação Portuguesa de Futebol e contrainteressados a Liga Portuguesa de Futebol Profissional e o Vitória Futebol Clube, SAD.

Nos termos da alínea f) do artigo 34.º da Lei do Tribunal Arbitral do Desporto, aprovada em anexo à Lei n.º 74/2013, de 6 de setembro, na redação que lhe foi dada pela Lei n.º 33/2014, de 16 de junho, é publicitado que foi proferida a 13 de abril de 2020 a decisão arbitral no Processo n.º 46/2019.

TERTÚLIAS DE ARBITRAGEM DESPORTIVA

Associação Portuguesa de Arbitragem

22 de abril de 2020